Bobice Diária: Julho 2010

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Sobre o São Paulo Futebol Clube e...



Esta não é uma coisa boba.

Sim, falarei novamente sobre futebol, desta vez, sobre meu time, o São Paulo Futebol Clube, que após a copa do mundo, está mostrando um futebol digno de vaias. Passes errados, jogadores perdidos, técnico sem pulso, a coisa vai mal...

Estamos muito perto do duelo contra o Inter pela semi-final da Libertadores, demitir Ricardo Gomes pode ter sido uma ação perigosa, mas seria bem pior para a torcida perder com Ricardo Gomes no comando que com qualquer outro, portanto, apoio a decisão da diretoria.

Mas outra coisa que eu gostaria de escrever neste post, é sobre a pessoa mais enojante do futebol brasileiro: Ricardo Teixeira. Recentemente a revista Carta Capital escreveu uma matéria sobre ele, com o título "E quem vigia Teixeira?", não tive a oportunidade de ler, mas fiquei com muita vontade de ver o que a revista fala sobre este déspota do futebol brasileiro.



Ricardo Teixeira é o tipo de administrador que se vale do seu prestígio para peitar os clubes, e ai da diretoria que não tiver um bom relacionamento com a CBF, como é o caso do São Paulo Futebol Clube, que desde algum tempo se distanciou da própria CBF e também da Federação Paulista. Resultado: o time está se saindo prejudicado em decisões como a do estádio da copa de 2014. O Morumbi é, de fato, o melhor estádio do qual o estado de São Paulo dispõe para sediar a copa, mas justamente este afastamento da diretoria do clube com Ricardo Teixeira faz com que várias complicações tenham surgido...

Bem, vou parar por aqui, espero que o time se reencontre em campo, e que o novo técnico possa fazer um bom trabalho, condições para isto o SPFC sempre dá, nos resta torcer. Como sempre...

domingo, 18 de julho de 2010

A maió muié minha...

Vídeo gravado na cidade de Buriti -MA, por amigos meus, mostra o quanto um homem pode ser romântico ao declarar seu amor pela "maió muié dele".

sábado, 17 de julho de 2010

Das coisas que não entendo - Flanelinhas


imagem: http://blog.guito.com.br/

Flanelinhas, aí está uma categoria profissional (?) que me tira do sério. Eis a situação: você está circulando pelo centro de uma cidade, no meu caso, Teresina, já está puto com a situação, com o vai-não-vai dos carros à frente, com as buzinas, com a falta de vagas. E quando consegue finalmente achar um lugar para estacionar, numa via PÚBLICA, vem um cara dizendo coisas como "Pó deixar que eu cuido dele". Alguns motoristas, como um amigo meu, já encerram o assunto de maneira brusca: "Não, ele não tem medo de ficar só".

Às vezes me calo e saio andando, às vezes digo que não precisa olhar porque estou sem dinheiro e tal, mas o que realmente me incomoda é o fato de aquele local ser público, e eles ficarem lá como se fossem donos do local, e até mesmo demarcando territórios.

Outro dia vi dois brigando, pelo seguinte motivo: eu estacionei no "território" de um, mas logo tive que sair e disse a ele que o pagaria quando voltasse. Acontece que, minutos depois, quando voltei, o "território" (não consigo evitar as aspas) dele já estava todo ocupado, e eu que não tinha nada a ver com isto e nem sabia onde era o limite dos "territórios", fui estacionar em outro local mais à frente.

Era o "território" do outro, e eu, ao sair do carro, ainda tive que aguentar o primeiro reclamando comigo porque eu não havia estacionado no "território" dele, eu dei de costas e saí indiferente. Quando voltei, este primeiro veio rápido até mim me cobrando, e dizendo que o dinheiro deveria ser entregue a ele e tal, eu tinha umas moedas e dei a porra do dinheiro a ele. Ele saiu e os dois ficaram discutindo aos gritos no meio da rua. Eu, na maior indiferença, segui meu caminho...

Sabiá - Música de Chico Buarque e Tom Jobim

domingo, 11 de julho de 2010

Causos - O fim de um tormento


"No more, never more"

Chega de acordar cedo, fazer balizas, percorrer a cidade em um carro de pedais duros, aguentar pequenas broncas, corrigir vícios... chega!

Hoje fui aprovado no teste prático do DETRAN, daqui a alguns dias recebo a carteira. E meu desejo no dia em que eu receber será passar em alguma blitz da STRANS (eu morria de medo de passar, e já fui parado, mas nunca me rendeu nada), e quando o guarda vir com aquele papo chato de "carteira e documento do carro", poderei dizer mentalmente: "CHUPA!"

É até injustiça da minha parte falar mentalmente isso pro guarda, afinal é o trabalho dele. Mas é que é muito tenso passar numa blitz sem ter a carteira, só quem já passou sabe como é a sensação das mãos trêmulas, do frio nas pernas, e daquele enorme sentimento de "FUDEU!"

Pois é, mas os dias de tensões automobilísticas ficarão para trás, ainda bem!

Das coisas que não entendo - placas de alerta de fiscalização eletrônica

http://2.bp.blogspot.com/_G40_71voUvY/TDM0NLlcEtI/AAAAAAAAAoo/Q5gMPxr3e_E/s1600/Thumb.jpg

Você vai dirigindo em uma rua qualquer, e nela há placas indicando a velocidade máxima permitida, digamos que seja 60 km/h. Pois bem, se os motoristas já estão sendo avisados de que a velocidade máxima é esta, por quê então avisá-los de novo, mais na frente, de que há fiscalização eletrônica?

Fica algo como "A velocidade máxima é 60, nesta parte você pode passar de 100 na boa, mas cuidado, ali na frente você reduz pra não levar multa, viu?"

Não sou a favor da indústria das multas, mas se os técnicos consideraram que naquele trecho a velocidade a ser desenvolvida para que houvesse segurança era 60, então é 60!

Final de período - Highway to Hell


I'm so tired...

Fim de período é uma grande desgraça na vida de um estudante universitário, professores passando trabalhos incessantemente para garantir as últimas notas, alunos atolados, prazos se adiando, se esgotando, trabalhos não feitos, provas finais...

A situação é ainda pior quando se está estudando numa instituição que começou atrasadamente suas aulas, e com o agravante de ser ano de copa do mundo. Os jogos do Brasil acabam por adiar algumas datas e atrapalhar professores e alunos. Poderia até valer a pena, mas o Brasil ainda me faz o favor de ser eliminado...

Acho que nunca desejei tanto ter férias, e elas serão mínimas, pouquíssimos dias. Ainda bem que neste meio acontece o ENECOM, pessoal de comunicação social indo para João Pessoa, e eu lá... Serão, na prática, nossas férias, minhas e do pessoal da sala que também vai, nossa válvula de escape de todos estes dias de agonias, de trabalhos, seminários e aulas. E que venha o ENECOM, e que a comunicação se pinte de povo!

Das coisas que não entendo - Passarelas




Muitas pessoas já morreram atropeladas em avenidas de grande tráfego porque tiveram preguiça de atravessar numa passarela (quando havia uma). E o pior é que eu não os condeno, você já reparou no trajeto que se faz para atravessar uma rua pela passarela?

(tudo bem, o desenho é tosco, mas dá pra ilustrar)

A pessoa tem que dar uma volta imensa pra conseguir subir, eu mesmo só atravessaria numa passarela caso estivesse de bom humor e sem pressa...

Entendo que as duas grandes rampas são importantes para a questão da acessibilidade, mas fica a pergunta:

Por que não há escadas em espiral, junto com as rampas, nas passarelas?

Eis que na procura de imagens para a postagem, acho esta maravilha, muito onerosa, mas pelo menos diferente rsrs

Confira a matéria com esta nova passarela

O magro toureiro desmonta a Laranja Mecânica...


foto: globoesporte.com

Síndrome de Vasco ataca a Holanda, de novo!

A tarde do dia 11 de julho de 2010 ficará na minha lembrança por pelo menos 4 anos, assim como a do dia 9 de julho de 2006. Nas duas ocasiões, ocorreu a final da Copa do Mundo de futebol da FIFA. Em 2006 eu pouco me importava com o resultado, até gostei, mas neste ano...

A Holanda fez uma campanha melhor que a da Espanha, ganhou todos os jogos, inclusive os das Eliminatórias, não digo que convenceu, mas jogou bem. A Espanha começou perdendo o primeiro jogo da fase de grupos, e depois foi chegando com placares magros e gols sofridos, apresentando um futebol bem abaixo daquele que mostrou quando ganhou a Eurocopa em 2008.

Mas a copa foi, assim como o Dunga, coerente até o final, já deixei minha opinião neste blog de que o melhor futebol apresentado nos gramados sulafricanos foi o da Alemanha, que realmente estava convencendo, e tropeçou diante da Espanha. Pra variar, placar magro de 1 a 0...

No jogo de hoje, eu estava tranquilo, pelo menos até a metade do 2º tempo, mas o Robben tratou de me irritar perdendo dois gols na cara do goleiro Casillas, e comecei a ficar tenso. Foi para a prorrogração, e mais tensão, até que veio o gol da Espanha no fim do 2º tempo da prorrogação e aconteceu aquilo que eu previ em outro post, Espanha campeã.

Confesso que fiquei tão triste quanto no jogo em que o Brasil perdeu para a mesma Holanda, nas quartas, afinal, para quem não sabe, eu admiro muito o futebol holandês e torço para que um dia eles ganhem uma copa, por tudo que já fizeram no futebol, como o Carrossel de 1974. Mas claro que há a diferença de o Brasil ter saído nas quartas, e a Holanda, perdido a final.


Parabéns, Espanha, mas não me convenceu.

foto: globoesporte.com

sábado, 10 de julho de 2010

Parabéns, Uruguai

Intuição #fail, de novo

Quando é pra ganhar, não ganha, né, Alemanha? Eu novamente torci para o Uruguai, e tive nova decepção, com requintes de crueldade, afinal foi um virada na virada... Mas o Uruguai fez bonito nesta copa, acho que com esta atuação da seleção, reacendeu no coração do torcedor uruguaio a emoção de torcer pelo seu país.

Não pude, novamente, assistir ao jogo (rotina, né?), só vi os gols pela internet, e bateu uma tristeza de novamente não ver vencedor o time para o qual eu torcia. Este polvo é uma grande merda!

Mas... e aquele travessão, hein? Pelo menos por umas semanas ficará entalado na garganta dos uruguaios...

foto: globoesporte.com

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Auf wiedersehen - Adeus também, Alemanha


foto: globoesporte.com

Sinceramente...

Não dá pra acreditar nesta copa, que diabos de resultados são estes? Brasil jogando bem contra a Holanda no 1º tempo, se desequilibra no 2º e perde. Alemanha jogando muito bem, ganhando jogos de goleada e apresentando o melhor futebol da copa, e perde para a até então apagada Espanha.

Foi o maldito polvo! Não conhece o polvo?


Pois é, este é o polvo maldito desta copa, com 100% de aproveitamento nos palpites. Preveu que a Alemanha perderia para a Espanha, e deu no que deu...

Mas voltando ao futebol dentro de campo, foi difícil para mim digerir a notícia de que os alemães perderam, mas é a copa, coerente até o fim, afinal os times para os quais torci não ganharam, tirando a Argentina perdendo para a Alemanha, única alegria da copa...

E a última copa antes de 2012 (?) verá uma final de virgens: as duas seleções jamais consquistaram o título, a Holanda passou perto em 74 e 78, e a Espanha nem isso rsrs. Eu estou torcendo para a Holanda, mas só por isto, já prevejo um título para a Espanha...

sábado, 3 de julho de 2010

El sueño se acabó


foto: globoesporte.com

Pois é, hermanos, o sonho acabou para vocês também, adios Maradona! Novamente não pude assistir o jogo inteiro, ia acompanhando pela gritaria das ruas e perguntando, onde havia uma TV, disseram "2 a 0, segundo tempo!", que bom!

Cheguei em casa, e logo tive que sair de novo, mas não antes de ver o terceiro gol da Alemanha, olhei pro relógio do jogo: 30 do segundo tempo, então adeus, Argentina! Quando voltei em casa, uns 15 minutos depois, lá vem o quarto gol, aí foi demais! O grande pequeno Messi nada pôde fazer, e nada fez de tão brilhante na copa inteira, bater nos cachorros mortos foi divertido, não é, Argentina?

O pior é que mais uma vez saímos abraçados da copa, Brasil e Argentina, e a Copa do Mundo, que já vinha se desenhando como "Copa América", viu a força da Europa novamente, com Holanda e Alemanha se classificando, e aliás, grande Alemanha!

E eu, que havia dito no outro post que estava torcendo para o Uruguai, estou me rendendo ao bom futebol da Alemanha. Já pensou se dá Alemanha x Holanda na final? Poderia a Holanda vingar-se de 1974? Veremos, veremos...

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Outra copa perdida


foto: AFP

Mais uma vez, o drama se repete, mais uma vez estamos eliminados da Copa do Mundo nas quartas-de-final. Na noite anterior, eu estava no arraiá da UESPI, bebendo junto com os indignos na nossa barraca "Faz Teu Nome" (sim, nós "fizemos nosso nome"!). Cheguei bêbado em casa, lá pelas tantas da manhã, e a ressaca não me deixou ver o primeiro tempo do jogo, e nem mesmo vi o jogo direito, no 2º tempo fiquei entre a tv e o pc, fiquei mais no pc, e só peguei pra valer o fim do jogo.

Sendo assim, não vi o futebol bonito do 1º tempo, só a lástima do 2º: jogadores perdidos, nervosos, sem rumo. Deu no que deu: merda. E não, não estou nem um pouco empolgado com 2014, ainda mais com o Morumbi fora da Copa por motivos de que ainda desconfio, e MUITO!

Era legal assistir os jogos da copa em outros lugares, eu passava na rua e via nos rostos de todo mundo a atmosfera de Copa do Mundo, achava paia quando faziam festa após apresentações medíocres da seleção, mas tudo bem, o problema é quando estas atuações medíocres acabam por impedir que novas festas sejam feitas, né?

E eu não quero ver o Maradona pelado! Vai Uruguai!