Bobice Diária: Dezembro 2010

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Viraltrospectiva 2010!


kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Estava no blog www.luideeotempo.com

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Amor, eu cortei os pêlos do saco

Dica da @LeiahLima. Sim, Léia, não vou ocultar teu nome rsrs

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Bateria de rua



Botei fé

Aloprado nos 100 metros com barreiras



ALOPRAÇÃÃÃÃO, VEEEEELHO!!!
huhaushauhauhsuahsuahsua

Galopeeeeeeeeeeeeeiraaaaaaa



não sei o quê os paraguai, não sei o quê os paraguai, não sei o quê os paraguai... galopeeeeeeeeeiraaaaaaaa

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Das coisas que não entendo - Pais modernos

Ultimamente tenho percebido que o comportamento de alguns pais para com seus filhos tem se tornado no mínimo bizarro. Alguns vivem tirando onda, chamando os filhos de feios, gordos, e outras coisas...

Sempre que leio estas declarações no twitter fico pensando na nova geração de pais, não que eles sejam piores ou melhores, e talvez sejam até piores: quem não lembra do casal que deu cachaça ao seu filho de 1 ano para que este parasse de chorar? O menino ficou em coma...

No meu caso, não sofro com essa onda de deboche por parte dos pais, aliás, não com a minha mãe, que sempre mentiu pra mim e disse que eu sou lindo (?), mas com o meu pai é um pouco diferente: ele diz que eu tô ficando gordo, que daqui a pouco estarei bolando, e que daqui a pouco nem enxergo mais o... vocês sabem. Ainda aproveita e diz que não entende como as meninas gostam do meu cabelo , grande e feio, e faz questão de perguntar pelo menos umas 3 vezes por dia: "Você acha é bonito esse cabelo?"

Ontem mesmo ele veio com esta conversa e eu disse apenas isso: "Rapaz, se ele é feio ou bonito, não sei, mas que ele é meu e isso não é da conta de ninguém, disso eu tenho certeza..."

domingo, 12 de dezembro de 2010

Causos - O que está ruim, sempre pode piorar

Retrospectiva: Sexta-feira fui para o aniversário da banda Último Romance, no Churu. Já fui pra lá meio chapado, cantei, me diverti, a noite foi muito boa. Mas o meu destino para o sábado já era quase certo: ressaca.

Acordei no sábado (11), morto de ressaca. Tomei café às 12, morguei o dia inteiro no computador, sem vontade de sair, sem vontade de fazer porra nenhuma.

Eis que chegou a noite. No twitter, alguns já se alvoroçavam para sair, diziam seus destinos, falavam de bebidas e de outras coisas afins. E eu ignorando totalmente, já estava conformado em ficar em casa, até mesmo porque o carro não está aqui.

Mas... O QUE ESTÁ RUIM, SEMPRE PODE PIORAR.

No começo da noite, tuitei isto:



E foi uma premonição do capeta, porque um tempo depois meu pai chegou no quarto me avisando que era aniversário do meu tio, e que nós iríamos.

Na hora me bateu AQUELE desânimo, mas resolvi nem contestar, resignei-me ao meu destino: iria para Timon City. Fiquei um pouco mais na internet, depois fui me arrumar. Na saída, ainda tive que aguentar meu pai me apressando. Carrasco sem paciência...

Chegando à casa do meu tio, fiquei meio acanhado (mais que o normal) com o pessoal, não sou muito íntimo, a maioria era de funcionários da loja dele. Também estavam lá meu primo, o amigo dele, a irmã do amigo dele... putz, mas não vou adjetivá-la porque minha mulher não deixa não. E tinha cerveja, então comecei os trabalhos... Vale lembrar que eu ainda estava de ressaca, mas até que cerveja não piora o estado, às vezes até melhora.

E estava eu lá, meio deslocado, conversando somente com uma pessoa, uma amiga que fiz por lá, o nome dela era Kaiser. Mas...

O QUE ESTÁ RUIM, SEMPRE PODE PIORAR

Sempre que vou à casa do meu tio, ele diz pra eu lembrar de trazer o violão. Desta vez eu não levei, e começaram a falar de violão e tal e tal... Acabou que um dos funcionários do meu tio veio comigo até minha casa apenas para pegar meu violão. E na hora que surgiu essa idéia, eu já sabia que ia dar merda, porque todos lá gostavam de forró, sertanejo, e tal, e eu só sei tocar músicas de rock, reggae e mpb. Mas vim pegar o deabo do violão para não decepcionar meu tio.

No caminho da minha casa até a casa do meu tio, torci desesperadamente para que alguma corda quebrasse, sério.

Chego lá com o violão (uh, O CARA DO VIOLÃO), me sento, e um outro funcionário dele, que tem uma voz parecida com a do Paulinho Paixão, se senta ao meu lado para cantar, já que eu não canto em público sob hipótese alguma (só quando estou bêbado).

Começo a tentar pegar algumas músicas sertanejas, tipo Zezé, Leonardo, essas antigas, ele ia lembrando e eu ia tentando pegar os acordes, até que consegui tocar algumas músicas inteiras, não me orgulho disso, mas quem liga? O cara até que não desafinava. Mas depois de algumas músicas, nós paramos, o pessoal não tava mais nem aí, ele foi sentar do outro lado e fiquei novamente com minha amiga Kaiser.

A festa corria bem, bem mal, no meu caso. Eram poucas pessoas, cervejinha de graça, conversas rolando, e foram umas duas horas só nesse lenga-lenga, e o carinha cantor já estava cantando mesmo sem o violão.

Como eu disse, já havia passado um bom tempo, algumas pessoas já estavam indo embora. Mas...

O QUE ESTÁ RUIM, SEMPRE PODE PIORAR

A cerveja havia acabado. E foram comprar mais, mas meu primo comprou cerveja quente, o jeito foi beber cerveja quente, e ainda era kaiser. Mas...

O QUE ESTÁ RUIM, SEMPRE PODE PIORAR

PAHH! Uma outra tia minha, que estava perto da mesa, lasca uma cerveja vazia com força na mesa, após receber uma ligação. Eu tomei um susto medonho: era o marido dela a pressionando para que ela voltasse logo pra casa, e ela com raiva.

Aquilo foi um enorme POF! na festa, simplesmente as pessoas não conversavam mais, eu não tocava mais o violão, o cantor não cantava... Aí é que as pessoas começaram a ir embora mesmo, os últimos a sair foram justamente meu pai e eu. Só para que se tenha uma noção, sobraram mais de 20 cervejas só por causa deste episódio.

Bônus: meu tio disse que eu tava ficando muito gordo e disse pra eu entrar na academia. Mas prefiro gastar esse dinheiro com cachaça.

Ponto alto: minha tia me deu vários salgadinhos da festa pra eu trazer pra casa, nhame!
Ponto baixo: escolham rsrs

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Causos - a coisa mais bonita de Timon

Esta é dos tempos do colégio:

Um amigo meu, o Wagner, estava conversando com uma das meninas mais bonitas da sala, Thays, bem bonita mesmo, e ela morava em Timon. E ele, palhaço como era, resolveu fazer uma pergunta, e disse a ela:

- Thays, sabe qual a coisa mais bonita que tem em Timon, a única?

E ela já ficou meio faceira... meio que ficando rosada... e disse que não sabia.

- Não, o que é?

- A vista de Teresina!


huahuahauhauahua

sábado, 4 de dezembro de 2010

Você é hétero?

Dica do @Lautenay



"Você... você é hétero?" "Não! Tá doido?"

kkkkkkkkkkkkkk

Vou não, quero não, posso não...

Depois da tempestade:


O sol sempre surge, ou não, surge não, pode não...